indika.tv - Música - Senhor dos Anéis | A Trilha Sonora Mais Épica do Cinema

Bem-vindo ao Blog da Viu Review

Quarta, 26 Junho 2019 14:34

Música - Senhor dos Anéis | A Trilha Sonora Mais Épica do Cinema

Escrito por
Rate this item
(0 votes)

Quando se trata da trilogia de "O Senhor dos Anéis" não há muito o que dizer, afinal todos sabemos o quão importante e significativo os três filmes foram para o Cinema. Me arrisco a dizer que a trilogia é o maior marco do cinema no Século XXI, e não só por ter batido os principais recordes em premiações, mas pelo impacto que causou em todos os níveis de público: aqueles que gostam de filmes mais populares,  de filmes mais midiáticos, filmes cults e até de filmes clássicos. Vamos entender o que isso representa na prática: 

Em "O Senhor dos Anéis" encontramos a maior trilha sonora do cinema (em todos os sentidos: tamanho, originalidade e perfeição), a mais premiada e uma das mais conceituadas da história. Foram 3 Oscars, 4 Grammys e 2 Globos de Ouro. Uma verdadeira obra-prima! É incrível como todos os componentes da trilogia se completam de forma absoluta, criando uma obra sólida e coesa, tudo num mesmo fluxo de perfeição: roteiro, direção, figurino, maquiagem, fotografia (uall!!! aquela imagem de cima dos “Nazgûl's” invadindo "Minas Tirith"), efeitos especiais, atuações incríveis e, é claro, a trilha sonora, criada por Howard Shore, responsável por ditar o ritmo dos acontecimentos e intensificar as emoções nos filmes, conseguindo dar ainda mais sentido para a história.

Cada componente dos filmes é composto por uma série de fragmentos, tudo realizado nos mínimos detalhes, desde a roupa escolhida para os “hobbits”, a pronúncia dos idiomas élficos e, principalmente, as suas músicas que são preenchidas com vários instrumentos clássicos e peculiares, timbres únicos, notas precisas e melodias memoráveis, formando assim uma unidade sonora original e emocionante.

Para esse post não se tornar um livro, vou tentar destacar alguns pontos e algumas músicas da trilogia, sem ordem ou categorização específica:

1. Já na abertura da "Sociedade do Anel" ouvimos o tema principal da trilogia, "Prologue: One Ring To Rule Them All", que traz a melodia marcante dos seus violinos e uma narração vagarosa de "Galadriel" no fundo, sussurrando em nossos ouvidos, com a máxima sutileza, a história do "Um Anel". Não há quem ouça essa melodia e não lembre dos aspectos inesquecíveis de "O Senhor Dos Anéis": os campos verdes do "Condado", as belas casas dos elfos - "Lothlórien" e "Valfenda", a terra cinzenta e obscura de "Mordor", as suas batalhas notáveis e a forte relação entre seus personagens. Esse tema é tocado com diferentes variações durante toda a trilogia, como podemos ouvir em "Journey to the Cross-roads", “Foundations Of Stone” e "The Leave Taking".

2. Assim como a música de abertura do filme, "Concerning Hobbits" (tema dos hobbits) também é outro grande clássico da trilogia - com uma linha sonora tranquila, calma e divertida, remetendo toda a alegria e inocência do "Condado": seus campos verdes, um céu bonito e habitantes felizes. Um detalhe interessante nessa faixa (que mostra como Howard Shore foi meticuloso na composição da trilha) é a flauta "tin whistle" presente no começo da música - é ela que produz aquela sonoridade celta característica da "Terra Média" e logo após a intro da flauta, temos os violinos com uma melodia memorável.

3. As faixas "The Black Rider", "At The Sign Of The Prancing Pony", "A Knife In The Dark" e "The Siege Of Gondor" ficaram marcadas como as músicas dos “Nazgûl's” e de "Mordor". Elas são compostas por violoncelos pesados e instrumentos de sopro (trompa, trombone e tuba) que são tocados de forma intensa, e que emitem muito bem o terror que as forças malignas de “Sauron” causavam na “Terra Média”.

4. As "músicas élficas" são outro ponto lindo dessa trilha sonora, sobretudo "Lothlórien" - o tema élfico principal da trilogia. Ela é tocada quando a "comitiva do anel" chega em "Lothlórien" (o reino dos elfos na "Terra Média") e também na chegada empolgante dos elfos em "Rohan", quando "Legolas" está se desculpando com "Aragorn" e ouve o soar de uma corneta: "Isso não é dos orcs", em seguida a canção entra pra nos encher de esperança, com uma imagem maravilhosa dos elfos alinhados naquela noite escura e chuvosa da "Batalha de Helm's Deep". Há uma outra versão belíssima dessa faixa em "The Leave Taking", que é cantada lentamente com uma cítara e violinos texturizando por trás.

5. Outro clássico é "The Riders Of Rohan" - é a principal faixa de "As Duas Torres" e remete primorosamente à glória de outrora de "Rohan" e de seus famosos cavalheiros. Tudo foi cuidadosamente bem feito por Howard Shore - nessa música ele preferiu utilizar um violino norueguês ao invés de violinos tradicionais, com o objetivo de gerar um som mais encorpado, visto que durante a execução de uma nota nesse instrumento as cordas soltas continuam vibrando e emitindo um som reverberado. Existem excelentes variações dessa faixa em "The King Of The Golden Hall" e "Helm's Deep".

6. Realmente a trilha sonora de "O Senhor dos Anéis" tem vários destaques: como não lembrar dos comoventes cantos líricos que estão presentes nos três filmes da trilogia!!! Começo destacando "Khazad-dûm" que tem uma linha de voz cristalina com uma sustentação instrumental de cordas distante, gerando um clima profundo na canção; ela foi precisamente tocada durante a queda de "Gandalf" na batalha contra "Balrog", com a "comitiva do anel" fugindo e carregando os “hobbits” enquanto berravam aos prantos. "Evenstar" é outra faixa que possui um vocal feminino primoroso, com uma base densa de violinos que deixa a música ainda mais tocante; ela foi tocada durante a visão futura de "Eowen" e "Aragorn", transmitindo, ao máximo, a pureza e delicadeza élfica. "Forth Eorlingas", minha favorita dos vocais líricos, conta com uma voz esplêndida que consegue dar o peso necessário para a grande glória final de "As Duas Torres", onde no desespero final da chuvosa "Batalha de Helm's Deep", no último suspiro da noite, com os soldados de "Rohan" sem forças para continuar a combater as tropas malignas de "Sauron" e "Saruman", chegam os "Rohirrim/Eorlingas" (senhores dos cavalos) sob a liderança de "Gandalf" e "Éomer" que os conduzem até "Helm's Deep" para triunfarem com uma vitória enobrecedora! Toda a cena é deslumbrante, com a luz do sol, os gritos de coragem de "Gandalf" e dos senhores dos cavalos se aliando à voz lírica sublime de Ben Del Maestro, soprano da escola oratória de Londres, que também canta na encantadora faixa "Minas Tirith" quando "Faramir" e seus soldados estão fugindo de "Osgiliath", sendo atacados pelos Nazgûl's e "Gandalf" corre para salvá-los. "For Frodo" e "The Eagles" são outras lindas canções líricas que fecham a trilogia com chave de ouro - esta última concluindo toda a trajetória dos envolvidos na destruição do "Um Anel", onde "Gandalf" surge com as águias para salvar "Frodo" e "Sam" da destruição.

7. Jamais poderia concluir essa matéria sem citar a faixa da cena mais emblemática da trilogia, "The Battle Of The Pelennor Fields", que é tocada na chegada dos "Rohirrim/Eorlingas" em "Gondor" na maior batalha de "O Senhor dos Anéis" - é nela que "Rohan" e "Gondor" lutam juntos numa última tentativa contra as forças malignas de "Sauron". É impossível não se arrepiar quando a música vai crescendo aos poucos, com o "Rei Théoden" organizando suas tropas e gritando: "Arise! Arise, Riders of Theoden! Spears shall be shaken, shields shall be splintered! A sword day... a red day... ere the sun rises! Ride now!... Ride now!... Ride! Ride to ruin and the world's ending! Deaaaaath! Deaaaaath! DEAAATH! Forth, Eorlingas!" - e então entram os instrumentos de sopro para dar aquele frio na barriga maravilhoso, em seguida os violinos soam na melodia do "tema de Rohan" para gerar o máximo de emoção!!! Extraordinário! Esplêndido! Magnífico! Fenomenal! Fantástico! Para essa cena podemos apelar para todos os adjetivos que remetam à grandeza e ainda assim não será o suficiente para descrever o sentimento durante essa parte! [palmas... palmas]

A trilha sonora de "O Senhor dos Anéis" é uma obra-prima! Howard Shore conseguiu cumprir a tarefa mais difícil do cinema em relação à música: criar toda uma sinfonia que estivesse à altura da história mais profunda e importante da fantasia e poesia. Ele conseguiu, de forma exímia, transmitir pela música os pensamentos e sentimentos dessa grande obra de J. R. R. Tolkien. Uma trilha sonora maravilhosa, profunda, tocante... composta por diversos elementos que causam todas as emoções que a música pode gerar: amor, alegria, felicidade, confiança, coragem, tristeza, medo, terror, esperança, glória, etc... etc. Difícil colocar em palavras toda a complexidade, originalidade e criatividade que Howard Shore conseguiu atingir na trilha sonora de "O Senhor dos Anéis", nos resta apenas aplaudir e apreciar.

Algumas curiosidades para finalizar:

- As músicas: "The Green Dragon", "The Sacrifice Of Faramir", "The Houses Of Healing", "The Return Of The King" e "The Nasguz" contam com participações dos atores dos filmes, são eles, respectivamente:  Billy Boyd (Pippin) e Dominic Monaghan (Merry);  Billy Boyd; Liv Tyler (Arwen) e Viggo Mortensen (Aragorn) - todos no vocal!

- As trilhas sonoras dos três filmes foram as mais longas já criadas no cinema, sendo a do "O Retorno Do Rei" a maior, com mais de 4 horas na versão estendida (considerando as músicas inteiras).

Ouça a playlist que preparei abaixo com algumas das canções mencionadas acima:

Read 13063 times Last modified on Domingo, 19 Abril 2020 20:14

Cookies: a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.